Secretariado Diocesano de Liturgia 
 Diocese do Funchal

Subtitle

Órgão na Liturgia

          Por vezes, ao ouvirmos a palavra "órgão", associamos às grandes peças barrocas do compositor genial que foi Johan Sebastian Bach. Sem dúvida que assim o foi. De facto, o grande compositor alemão marcou e marca ainda nos nossos tempos o seu estilo de composição para este instrumento. Quem é que, ao descobrir estas peças imponentes, quanto à sua construção, e por vezes difíceis na sua execução, não disse: Um dia quero ser capaz de tocar, esta ou aquela Tocata e fuga. Mas, sem um estudo evolutivo e de profunda dedicação, é difícil chegar a concretizar esse desejo.

          Este instrumento é complexo. Exige do seu executante, um desenvolvimento mental de controlo de seus membros, quase como se fosse cada mão e cada pé do seu corpo, independentes. é aqui que está o grande trabalho de cada um. Um esforço e dedicação que não pode ser dado pelo mestre ou orientador. é trabalho pessoal e exigente para quem deseja adquirir os seus objectivos de dominar este instrumento.

          

O principal objectivo deste curso é:


  • Dar conhecimento da postura corporal ao estar sentado ao órgão, iniciação a este instrumento,

  • Àqueles que já dominam um pouco este instrumento, iniciar a harmonizar um cântico litúrgico usado na nossa diocese,

  • Aos que estão mais avançados, poderão fazer parte de algum coro numa celebração à escolha

Como podemos ver, são três fases necessárias.


  • Numa primeira fase: a todos aqueles que iniciam a aprendizagem deste instrumento. Professor: Pe. Ignácio F. Rodrigues

  • Numa segunda fase: Quem já domina um pouco é introduzido na harmonização de qualquer cântico litúrgico. Professor: Pe. Ignácio F. Rodrigues

  • Numa terceira fase: Será introduzido Mais propriamente nas celebrações, para aos poucos ter o contacto com as particularidades duma celebração liturgica: 

   - Harmonização I, II e III ao órgão - Professor: Pe. Ignácio F. Rodrigues


    O Curso de Órgão para a liturgia tem a duração de três anos.



    Obs: No estudo do órgão, ninguém pode passar directamente para o III nível,

    sem ter passado pelo II nível, ou ter feito uma avaliação da mesmo.